Como montar uma lancheira saudável para as crianças

A alimentação das crianças precisa ser saudável dentro e fora de casa, especialmente na hora do recreio. Por mais que seja uma missão difícil convencer os pequenos a não consumir guloseimas, biscoitos recheados, salgadinhos e demais alimentos industrializados, é importante incentivá-los a ter uma boa alimentação desde cedo.

Para isso, as mães, pais, avós, babás e quaisquer outros adultos responsáveis por preparar o lanche dos pequenos podem usar algumas estratégias. Confira agora algumas dicas e saiba como montar uma lancheira saudável para as crianças.

A primeira estratégia para que as crianças se interessem mais pelos alimentos saudáveis na lancheira é variar nos alimentos e escolher sempre ingredientes coloridos para deixar a refeição muito mais divertida, saborosa e com todos os nutrientes de que a criança precisa.

O lanche deve ter alimentos de todos os grupos: proteínas, carboidratos, vitaminas, sais minerais e gorduras. Mas tudo na medida certa, sem exageros.

Para montar o cardápio da lancheira, também é preciso levar em conta o horário em que a criança vai à escola. Para aquelas que estudam de manhã, o cardápio deve ser mais completo, pois a maioria não tem o hábito de comer no café da manhã. A lancheira deve conter uma proteína, líquido, fruta e carboidrato. Já para as crianças que estudam no período da tarde, o ideal é escolher apenas duas das opções citadas anteriormente.

Dicas Relacionadas

Convide o seu filho para ajudar na escolha dos alimentos e montagem do lanche. Assim, você poderá perceber melhor quais são os alimentos preferidos do pequeno e fará com que ele se interesse por tudo o que está sendo colocado dentro da lancheira.

Uma dica para incentivar as crianças a comer o lanche, é facilitar o consumo. Pique as frutas em cubinhos, reparta o sanduíche ao meio, faça de tudo para que os pequenos sejam estimulados a comer tudo o que foi colocado na lancheira.

Sugestões de alimentos para colocar na lancheira

  • Bebidas: Para que as crianças tenham uma alimentação mais saudável, evite colocar refrigerantes na lancheira. Prefira bebidas como o suco natural sem açúcar, iogurte, achocolatado ou água de coco.
  • Pães: Os sanduíches naturais devem ser preparados com pão de forma, integral ou bisnaguinha. Para que não fique muito calórico, prefira passar requeijão e acrescentar fatias de peito de peru ou presunto, queijo branco e tomate.
  • Cereais: Os cereais são alimentos nutritivos e as crianças adoram. Para colocar na lancheira, reserve em um pote plástico uma quantidade que não seja exagerada ou aposte nos cereais em embalagens que já trazem a porção certa para o consumo de uma refeição.
  • Frutas: Além de saudáveis, frutas são fresquinhas e fazem bem. Complemente o lanche com a fruta preferida do seu filho. Para incentivá-lo a consumir e conhecer novos sabores, prepare uma salada de frutas, de preferência com frutas que não estraguem depois de cortadas.
  • Doces: Os doces até podem fazer parte da lancheira das crianças, mas desde que colocados em quantidade controlada, apenas uma ou duas vezes por semana. Evite produtos industrializados ou que tenham muito açúcar. Ofereça opções mais saudáveis como: uma fatia pequena ou média de bolo caseiro, pão integral ou torrada com geléia.
  • Evite ao máximo: O consumo exagerado de guloseimas, biscoitos recheados, salgadinhos, frituras e refrigerante. Isso tudo faz mal para a saúde das crianças, podendo contribuir para a obesidade infantil. Evite o consumo desses alimentos não só na lancheira, como também no dia-a-dia.

Cuidados com a lancheira

A lancheira do seu filho deve ser escolhida não só pelo modelo, mas sim pela qualidade. Antes de comprar, é necessário verificar se o produto é térmico para manter os alimentos conservados até a hora do recreio e se tem um tamanho ideal para acomodar os alimentos e a bebida da criança.

Para ficar tudo sempre bem conservado dentro da lancheira, é preciso envolver os sanduíches e demais alimentos em papel filme, depois colocar em um pote plástico. Para a bebida, principalmente sucos naturais, a garrafa deve ser térmica e muito bem lacrada para conservar as vitaminas da fruta.

Mantenha a lancheira do seu filho sempre limpa. De preferência, faça a higienização diariamente. Retire os potes plásticos, garrafas e demais utensílios e restos de comida da lancheira e, em seguida, passe um pano úmido com álcool para deixar tudo bem limpo e preparado para usar no outro dia.

 

Como fazer a criança comer verduras e legumes

A hora da refeição pode ser uma dificuldade enfrentada pelos pais, quando a criança não quer comer verduras e legumes.

Para as crianças alérgicas ao leite, que já passam por restrições de determinados alimentos, a rejeição as verduras e legumes, pode restringir ainda mais o cardápio.

Em primeiro lugar devemos lembrar que o paladar das crianças ainda não está “maduro” o suficiente para reconhecer e gostar dos diversos tipos de sabores e texturas de determinados alimentos.

Identificar o que o seu filho gosta, pode começar quando a alimentação está sendo introduzida. Você deve observar que tipos de alimentos não são bem aceitos, oferecendo somente duas variedades de legumes e verduras por refeição, sem misturar os dois em uma única preparação para poder descobrir qual deles não agrada..

Veja abaixo algumas dicas para facilitar este processo.

1. Não force
Não brigue ou force a criança ou a comer algo com violência, a criança vai ficar com mais raiva ainda da comida. Além disso, esse tipo de discussão ou briga acaba tirando o apetite.

2. Seja o exemplo
Não adianta você querer que seu filho coma verdura e legumes, se você não come. A criança acaba ficando com raiva e se decepcionando com os pais se suas atitudes se contradizem com seus conselhos.

3. Apresente os alimentos
Mostre as verduras, diga-lhes os nomes, diga que vitaminas cada verdura ou fruta tem e para que serve. Diga o que acontece se faltar alguma vitamina ou mineral no corpo.
Dê preferência a livros que tragam bastante ilustrações e que coloque o assunto de maneira clara.

4. Varie o cardápio
Se você prepara pratos gostosos com uma verdura ou legume e diz que é feito com o alimento, é possível que a aversão que a criança tem à ele diminua e talvez até desapareça. Experimente servir apenas vegetais em uma determinada refeição. Por exemplo: faça uma lasanha (usando os substitutis do leite) de brócolis, uma saladinha de tomate e sirva também folhas de alface. Se desejar, cozinhe umas batatas e cenouras para dar mais volume à refeição (caso você sirva no almoço). Essa é uma refeição saborosa e nutritiva. Duvido que as crianças reclamem.

5. Aproveite o arroz
Aproveite o arroz para enriquecer a dieta de seu filho. Corte cenoura em cubinhos e coloque no arroz. Fica bonito e as crianças, em geral, não reclamam. Tente com outros legumes.

6. Faça pratos divertidos
A hora da refeição não pode ser algo desagradável, tem que ser um momento divertido e prazeroso. Faça pratos coloridos, com desenhos ou formas diferentes. Às vezes um simples detalhe, como uma fatia de limão enfeitando o copo de suco ou da salada de frutas já faz a criança despertar o interesse pela comida.

7. A criança deve participar
Levar a criança pra feira e perguntar o que ela quer pode ser bem interessante. Ela vai responder que quer algo. Dificilmente elas têm a idéia de dizer que não querem nada: elas sempre querem alguma coisa. Depois pergunte como ela vai querer que o que ela escolheu seja preparado.
Se ela não quiser participar, não insista. Tudo tem seu tempo!

Salada relógio

Ingredientes

-1 alface

-3 tomates

-1 pepino

-3 ovos cozidos

Preparação

Lavar bem todos os legumes.

Cortar a alface em juliana e colocá-la sobre todo o prato de servir.

Cortar os tomates e o pepino às rodelas e dispô-las alternadamente ao redor do
prato, e colocar também uma rodela de tomate no centro.

Cortar os ovos cozidos às rodelas e colocar as 12 rodelas em redor do prato
pela parte de dentro dos tomates de forma a formar as 12 horas.

Com uma faca afiada cortar a pele do pepino em pedacinhos pequenos e com eles
formar os números do relógio em numeração romana.

Colocar cada número por cima de cada rodela de ovo até formar o relógio.

Cortar uns pedacinhos de casca de pepino um pouco maiores e com eles formar os
ponteiros, colocando-os por cima da rodela de tomate que está no centro.

Salada-relógio -Sitio Hiromi

Salada-relógio -Sitio Hiromi

Fonte: http://lacasitaverde.blogspot.com/2008/05/ensalada-reloj-salada-relgio.html