COMO PREPARAR LEGUMES E SALADAS PARA AS CRIANÇAS

Para aqueles pais que têm filhos mais resistentes às saladas, frutas e legumes,  dica que poderão ser feitas aí mesmo na sua casa. Como qualquer salada, dá um pouquinho de trabalho – afinal, é preciso pelo menos lavar bem as verduras e frutas e acrescentar alguns alimentos para deixar a salada mais apetitosa. Mas todo esforço é válido para cuidarmos da saúde dos nossos filhos, não é mesmo?

As dicas a seguir são da nutricionista Luciane Gonçalves de Lima, autora do livro “Alimentação Infantil: Receitas Nutritivas e Equilibradas” (Ed. Juruá). Além de orientar sobre como preparar saladas para as crianças, ela também dá a receita de estrogonofe de legumes (uma das receitas do seu livro), que apresentamos no final deste post. Boa leitura!

Deixe tudo limpinho
O primeiro passo é higienizar as folhas e os legumes antes de serem guardados ou consumidos. A lavagem deve ser feita com água corrente tratada. Os alimentos devem ser deixados de molho no hipoclorito de sódio 2% a 2,5% (1 colher de sopa para cada litro de água) por aproximadamente 15 minutos. Em seguida, deve-se enxaguá-los em água preferencialmente filtrada.

Preserve os nutrientes
A salada deve ser preparada pouco antes de ser servida, para evitar as perdas de vitaminas e minerais. No caso da salada ser cozida, quando possível, as hortaliças devem ser cozidas com casca, inteiras ou em pedaços grandes, para diminuir a perda de vitaminas. Os legumes e verduras não devem ser cozidos demasiadamente. Para conservar melhor os nutrientes e o sabor, o mais indicado é cozinhá-los no vapor ou com pouca água.

Ofereça variedade
Rúcula, alface e agrião podem ser misturados da forma que mais agradar a criança. Repolho branco ou roxo, ralado, é outra opção de folha para colocar na salada. Você ainda pode acrescentar tomate, couve-flor, cenoura, pimentão, palmito ou brócolis, desde que tudo esteja bem fresquinho e higienizado.

Incremente com proteínas
As proteínas são importantes para uma boa alimentação. Acrescentar alguma fonte deste nutriente na salada vai enriquecê-la ainda mais. Algumas opções: lascas de salmão, pedacinhos de kani-kama, atum, queijo cottage, ricota amassada, peito de peru ou frango (desfiados ou em cubinhos).

Às vezes coloque frutas
No que se refere às frutas nas saladas, tudo vai depender do hábito alimentar. As mais usadas são a uva passa, o abacaxi, a laranja, a uva-Itália, a manga e o morango. Quando for usá-las, pingue algumas gotas de suco de limão logo após o corte, pois isto evitará a oxidação e a fruta não ficará escura.

Não esqueça dos temperos
Eles são fundamentais para valorizar a salada, mas não devem encobrir o sabor dos ingredientes utilizados. Vinagre balsâmico, ervas frescas e secas, suco de limão ou de laranja, azeite de oliva, queijo ralado, sal, shoyo, (estes três últimos com moderação devido ao sódio), além de mostarda, vinagre de maçã e iogurte desnatado são algumas alternativas.

Receita para as crianças mais resistentes
Outra dica é preparar um estrogonofe de legumes, pois esta é uma forma excelente de incluir legumes na refeição das crianças. Veja como é fácil de fazer:

Estrogonofe de legumes
Rendimento: 6 porções

Ingredientes:
3 xícaras (chá) de cenouras refogadas em palitinhos
1 xícara de chuchu em palitos
2 colheres (sopa) de manteiga
6 tomates peneirados depois de cozidos
1 lata pequena de palmito
1 cebola picada
1 caixinha de creme de leite (200 ml)

Modo de preparo:
Doure a cebola na manteiga, junte-a à cenoura já cozida e ao palmito (escorrido e picado). Em seguida, adicione os tomates. Ferva por 5 minutos. Adicione por último o creme de leite. Misture bem e sirva.

Valor calórico por porção: 187 Kcalorias
Carboidratos: 14,16g
Proteínas: 2,8g
Lipídeos: 14g

Espero que tenham gostado destas dicas. Se colocarem algo em prática, como a receita, escrevam para a gente contando se seu filho gostou.

Fonte:http://mamaepratica.com.br/

Bolinho de couve-flor

  • 1 pé de couve-flor
  • água, o suficiente
  • 2 ovos
  • ½ cebola picada
  • ½ xícara (chá) de queijo tipo parmesão ralado
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento
  • Salsinha picada a gosto
  • Orégano a gosto
  • Sal a gosto
  • Óleo para fritar

 Modo de Fazer

Cozinhe a couve-flor na água até que esteja macia. Escorra a água e amasse bem a couve-flor em uma tigela.

Acrescente os ovos, a cebola, o queijo, a farinha de trigo, o fermento, a salsinha, o orégano, o sal e misture até que obtenha uma massa homogênea.

Se for necessário, acrescente mais farinha de trigo. Frite os bolinhos no óleo quente.

Sopa de carne com legumes

  • 1kg de músculo bovino
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • 2 cenouras cortadas em rodelas
  • 1 cebola processada
  • 1 folha de louro
  • 1 talo de salsão processado
  • 12 xícaras (chá) de água fria
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 2 batatas em cubos
  • 2 mandioquinhas em cubos
  • 1 abobrinha em cubos
  • Folhas de acelga rasgadas grosseiramente

Modo de preparo

Corte o músculo em cubos e em uma panela de pressão doure em 3 colheres (sopa) de óleo.
Acrescente uma cenoura cortada em rodelas, a cebola, a folha de louro e o talo de salsão e frite levemente.
Adicione a água, feche a panela de pressão e cozinhe em fogo baixo por 20 min ou até a carne ficar macia.
Tempere o caldo com sal e pimenta-do-reino.
Acrescente as batatas, a mandioquinha e a cenoura restante.
Cozinhe por mais 5 minutos e acrescente a abobrinha e as folhas de acelga
deixando por mais 3 minutos.
Sirva regando com um fio de azeite de oliva.

Como adicionar alimentos saudáveis no cardápio das crianças

horário das refeições deve ser um momento de união entre a família, certo? Sim, está certo. Porém, quem tem filhos pequenos sabe que o almoço e o jantar podem se tornar verdadeiras batalhas em que a mãe quer oferecer legumes e verduras aos filhos, que, por sua vez, querem batatas fritas, hambúrgueres e outros alimentos não saudáveis. Para tornar possível a tarefa de oferecer comida de qualidade aos pequenos, é preciso criatividade.

As crianças são atraídas pelo visual dos alimentos, por isso, quanto mais coloridos os pratos forem, mais elas terão vontade de comer. Para criar o cardápio, as mães devem conhecer o paladar dos filhos, saber de que verduras e legumes eles mais gostam ou podem gostar, já que nunca se deve forçar as crianças a comerem alimentos com os quais não estejam habituadas. Mas, a melhor solução para esse problema, é ensinar aos filhos desde pequenos a comer de maneira saudável.

Uma alternativa para começar a inserir alimentos saudáveis às refeições da criançada mais resistente é estabelecer um sistema de trocas. “Converse com o filho e ofereça: ‘se você comer cenoura e brócolis hoje, não precisa comer o brócolis amanhã ou você mesmo escolhe o legume de amanhã’”, explica a nutricionista Cláudia Farias. Essa parceria pode tornar as refeições mais agradáveis para os pais e para os filhos também.

Mas, para quem tem em casa aquelas crianças cheias de personalidade e que não aceitam acordos, o gastrônomo Oghan Teixeira, que desenvolveu um serviço especial para os pequenos na Ghee Banqueteria, da qual é sócio proprietário, dá a dica que ele adotou para apanhar visualmente o interesse da garotada. “As crianças possuem um gosto rotineiro, sempre massas, sanduíches e friturinhas. Então, por que não adicionar vitaminas extras a essas refeições que elas tanto gostam?”, sugere.

Dicas Relacionadas

Não é preciso privar o filho de comer seus alimentos preferidos, apenas torne-os mais saudáveis. “A filha de uma grande amiga só se alimenta de feijão preto e batata frita. No feijão dela, colocamos uma mistura de diversos legumes, verduras e proteínas processados que ela nem imagina estar comendo. É fantástico!”, explica Teixeira, que ainda sugere: “É possível fazer brigadeiro de beterraba, cupcakes de cenoura e hambúrgueres de soja.” .

A doutora Cláudia alerta para a quantidade de verduras e legumes oferecidos diariamente às crianças. “O ideal é dar dois tipos de legumes por refeição, almoço e jantar. Escolha os mais coloridos e corte-os bem para chamar atenção e ter aparência gostosa.” Para escolher quais serão oferecidos, opte por uma verdura ou legume que a criança tenha gostado, isso pode estimulá-la a comer a outra opção do prato.

E claro, como toda criança gosta de doces e bolinhos, para a sobremesa, opte por doces com pitadas saudáveis.

Como montar uma lancheira saudável para as crianças

A alimentação das crianças precisa ser saudável dentro e fora de casa, especialmente na hora do recreio. Por mais que seja uma missão difícil convencer os pequenos a não consumir guloseimas, biscoitos recheados, salgadinhos e demais alimentos industrializados, é importante incentivá-los a ter uma boa alimentação desde cedo.

Para isso, as mães, pais, avós, babás e quaisquer outros adultos responsáveis por preparar o lanche dos pequenos podem usar algumas estratégias. Confira agora algumas dicas e saiba como montar uma lancheira saudável para as crianças.

A primeira estratégia para que as crianças se interessem mais pelos alimentos saudáveis na lancheira é variar nos alimentos e escolher sempre ingredientes coloridos para deixar a refeição muito mais divertida, saborosa e com todos os nutrientes de que a criança precisa.

O lanche deve ter alimentos de todos os grupos: proteínas, carboidratos, vitaminas, sais minerais e gorduras. Mas tudo na medida certa, sem exageros.

Para montar o cardápio da lancheira, também é preciso levar em conta o horário em que a criança vai à escola. Para aquelas que estudam de manhã, o cardápio deve ser mais completo, pois a maioria não tem o hábito de comer no café da manhã. A lancheira deve conter uma proteína, líquido, fruta e carboidrato. Já para as crianças que estudam no período da tarde, o ideal é escolher apenas duas das opções citadas anteriormente.

Dicas Relacionadas

Convide o seu filho para ajudar na escolha dos alimentos e montagem do lanche. Assim, você poderá perceber melhor quais são os alimentos preferidos do pequeno e fará com que ele se interesse por tudo o que está sendo colocado dentro da lancheira.

Uma dica para incentivar as crianças a comer o lanche, é facilitar o consumo. Pique as frutas em cubinhos, reparta o sanduíche ao meio, faça de tudo para que os pequenos sejam estimulados a comer tudo o que foi colocado na lancheira.

Sugestões de alimentos para colocar na lancheira

  • Bebidas: Para que as crianças tenham uma alimentação mais saudável, evite colocar refrigerantes na lancheira. Prefira bebidas como o suco natural sem açúcar, iogurte, achocolatado ou água de coco.
  • Pães: Os sanduíches naturais devem ser preparados com pão de forma, integral ou bisnaguinha. Para que não fique muito calórico, prefira passar requeijão e acrescentar fatias de peito de peru ou presunto, queijo branco e tomate.
  • Cereais: Os cereais são alimentos nutritivos e as crianças adoram. Para colocar na lancheira, reserve em um pote plástico uma quantidade que não seja exagerada ou aposte nos cereais em embalagens que já trazem a porção certa para o consumo de uma refeição.
  • Frutas: Além de saudáveis, frutas são fresquinhas e fazem bem. Complemente o lanche com a fruta preferida do seu filho. Para incentivá-lo a consumir e conhecer novos sabores, prepare uma salada de frutas, de preferência com frutas que não estraguem depois de cortadas.
  • Doces: Os doces até podem fazer parte da lancheira das crianças, mas desde que colocados em quantidade controlada, apenas uma ou duas vezes por semana. Evite produtos industrializados ou que tenham muito açúcar. Ofereça opções mais saudáveis como: uma fatia pequena ou média de bolo caseiro, pão integral ou torrada com geléia.
  • Evite ao máximo: O consumo exagerado de guloseimas, biscoitos recheados, salgadinhos, frituras e refrigerante. Isso tudo faz mal para a saúde das crianças, podendo contribuir para a obesidade infantil. Evite o consumo desses alimentos não só na lancheira, como também no dia-a-dia.

Cuidados com a lancheira

A lancheira do seu filho deve ser escolhida não só pelo modelo, mas sim pela qualidade. Antes de comprar, é necessário verificar se o produto é térmico para manter os alimentos conservados até a hora do recreio e se tem um tamanho ideal para acomodar os alimentos e a bebida da criança.

Para ficar tudo sempre bem conservado dentro da lancheira, é preciso envolver os sanduíches e demais alimentos em papel filme, depois colocar em um pote plástico. Para a bebida, principalmente sucos naturais, a garrafa deve ser térmica e muito bem lacrada para conservar as vitaminas da fruta.

Mantenha a lancheira do seu filho sempre limpa. De preferência, faça a higienização diariamente. Retire os potes plásticos, garrafas e demais utensílios e restos de comida da lancheira e, em seguida, passe um pano úmido com álcool para deixar tudo bem limpo e preparado para usar no outro dia.

 

Receita saborosa e nutritiva para os pequenos

MACARRÃO PARAFUSO COM MOLHO DE VEGETAIS ESCONDIDOS

2 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena
1 dente de alho
75 g de cenoura
75 g de abobrinha
75 g de cogumelos frescos
400 g de tomate picado, sem semente e sem pele
125 ml de caldo de legumes
1/4 colher sopa de açúcar mascavo
pouco sal
250 g de macarrão parafuso

Frite a cebola e o alho no azeite por 3 minutos. Adicione a cenoura, a abobrinha e os cogumelos e cozinhe por 15 minutos ou até estar macio. Adicione os tomates, o caldo de legumes e o açúcar, tempere com sal e cozinhe em fogo bem baixinho por 10 minutos. Se necessário, passe rapidamente no processador. Misture o molho ao macarrão cozido e deixe a criança comer os parafusos com a mão.

Receita de Sopinha de Legumes para Crianças

Ingredientes:

  • 1 unidade(s) de cenoura picada(s)
  • 1 unidade(s) de chuchu picado(s)
  • 1 unidade(s) de batata picada(s)
  • quanto baste de cebola picada(s)
  • 1 dente(s) de alho
  • quanto baste de sal
  • 1 colher(es) (sopa) de manteiga
  • 1 colher(es) (sopa) de requeijão

Preparação:

Pique os legumes e leve ao fogo com 2 copos e meio de água, Quando começar a ferver, abaixe o fogo e coloque a manteiga. Depois de cozido, bata no liquidificador com o requeijão.

Ratatouille para bebês

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 40g de cebola picadinha
  • 40g de abobrinha em cubos
  • 1 pimentão vermelho pequeno, com sementes e em cubos
  • 4 tomates, descascados e com sementes (ou meia lata de tomates cortados)

 

Modo de Preparo:

Refogue a cebola no azeite e acrescente os outros vegetais. Mexa uma vez, tampe a panela e baixe o fogo. Cozinhe até que os vegetais amoleçam. Depois, deixe esfriar um pouco e bata com seu mixer de alimentos ou no liquidificador, até que se tornem uma papinha. Sirva com purê de batata

Idade do bebê: 7-9 meses

Sopa de beterraba com carne

 Ingredientes:

. 1/2 kg de carne picada (patinho)
. 1,5 litro de água
. 4 beterrabas médias picadas
. 1 cebola média picada cortada
. 1/2 colher (sopa) de sal
. 5 colheres (chá) de suco de limão
. 2 ovos cozidos picado

MODO DE PREPARO

Em uma panela grande, cubra a carne com a água. Leve ao fogo alto até ferver. Abaixe a chama e retire a espuma que se forma com uma escumadeira. Adicione a beterraba, a cebola e o sal e cozinhe até a beterraba e a carne ficarem macias. Acrescente o suco de limão. Verifique o tempero e bata no liquidificador até obter um creme grosso. Sirva a sopa quente, com o ovo picado por cima.

Sopa de Beterraba

Sopa de Beterraba

Dica: Para crianças a partir de 1 ano

 

Sopa de letrinhas com legumes

Ingredientes:
4 batatas
2 cenouras
10 vagens
2 mandioquinhas
2 tomates
1 cebola
2 dentes de alho
2 colheres de óleo
1 pitada de sal
1 xícara de macarrão de letrinhas

Modo de preparo (peça um adulto para ajudar):
Descasque todos os legumes
Corte os legumes em pedaços pequenos
Pique a cebola e o alho e frite-os no óleo; coloque também o sal ou tempero
Coloque os legumes na panela com o óleo e o tempero
Despeje água quente
Deixe cozinhar até os legumes amolecerem
Coloque o macarrão de letrinhas
Sirva quente.
Se desejar, acrescente um pouco de queijo ralado